Notícia Sociedade

Juazeiro do Norte faz vigília por Dandara

17269566_10209321437617180_871635583_o

Texto Ribamar Junior Imagens Celso Bezerra Bem 

De vela em vela se fez a vigília pela vida da travesti Dandara na noite de ontem, 10, na Praça do Giradouro em Juazeiro do Norte. Na ocasião, uma bandeira LGBTT foi estendida no chão com preces e rosas de pessoas de várias religiões e identidades de gênero e orientações sexual. O idealizador foi o ativista social Kaio César, que ao ver o vídeo da agressão nas redes sociais, se sentiu chamado a fazer um movimento em respeito a vida.

“Foi uma vibração forte de energias!”, diz ele. Kaio acredita que foi um dos primeiros atos ecumênicos na cidade. “Um movimento em respeito pela vida independente de qualquer situação, pela vida humana e em reflexão até onde o ser humano está chegando com atitudes dessa maneira”. De acordo com ele, haviam quase 200 pessoas na praça fazendo vigília.

Dandara dos Santos foi brutalmente assassinada em fevereiro no Conjunto Ceará, periferia de Fortaleza por quatro adolescentes suspeitos. Aos 42 anos, era conhecida por ser uma travesti alegre e prestativa. Após o ocorrido, autoridades do governo do Ceará decretaram através do programa “Pacto por um Ceará pacífico”, que travestis e transexuais sejam atendidas em Delegacias da Mulher em casos de violência.

“Devemos sair da acomodação, acho que é essa a palavra e lutar pela liberdade, não esperar acontecer com alguém que mora dentro da nossa casa ou da nossa família”, diz Kaio.

 

Deixe um comentário

Powered by keepvid themefull earn money